NOTICIAS

Pastor realiza aconselhamento pelo MSN:

As ferramentas oferecidas pelo avanço tecnológico abrem tantas possibilidades para o trabalho das igrejas que os pastores estão inovando no atendimento aos fiéis e incluem até aconselhamento por meio do MSN.

É o que faz o pastor Samuel Biassi do Nascimento, da Primeira Igreja Batista de Bauru.

“Hoje, a Internet tornou-se parte do meu cajado”, afirma ele. “É possível alcançar as pessoas onde elas estão”, frisa. Segundo ele, a igreja não pode abrir mão da tecnologia. “Eu penso que os avanços tecnológicos são reflexo da sabedoria e da criatividade que Deus deu ao homem”, analisa.

Ele comenta que é comum ver pessoas dentro das igrejas resistirem às novidades. Muitas associam essas novidades ao pecado, como a Internet, por exemplo. “O instrumento em si é neutro. Depende do homem usá-lo para o bem ou para o mal”, pondera.

Samuel conta que quando chegou a Bauru, vindo de São Paulo, incentivou o uso da Internet pela igreja com a ideia de alcançar o mundo. Ele chegou em 2005. No ano seguinte, a igreja já tinha sua página na Internet, apesar da desconfiança de uma parte dos batistas.

Daí até a transmissão do culto pela web foi um pulo. Atualmente, todos os cultos são transmitidos ao vivo por meio do site. Segundo o pastor, ele conhece pelo menos 20 membros da igreja que moram em outros países, como Suíça, Estados Unidos e Alemanha, e que assistem aos cultos de Bauru pela Internet.

“Isso gera um fator emocional muito grande porque dá uma sensação de proximidade. A Internet tem uma força muito grande em termos de afetividade”, frisa. O próprio pastor sentiu isso quando esteve no Oriente Médio, em 2008. Do Iraque, ele conversou ao vivo com a igreja durante um culto no domingo à noite com o uso de um notebook e uma webcam. A imagem foi projetada na parede para que todos pudessem acompanhar.

“Esperei até as 2h da madrugada para isso, mas valeu a pena. Todos da igreja me viam e eu via a igreja”, relata Samuel, que estava acompanhado de um monte de iraquianos querendo ver como era o Brasil.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru

_____________________________________________________

Procuradora que agrediu criança queria sacrifica-la em ritual de satanismo:

De acordo com o relato de uma voluntária do Conselho Tutelar, o motivo da procuradora Vera Lúcia Gomes querer adotar a criança seria usá-la em um sacrifício para uma religião satânica. O Ministério Público pediu a prisão preventiva da procuradora, na terça-feira.

Vera Lúcia não é vista no edifício, em que reside, em Ipanema, na Zona Sul do Rio de Janeiro, desde terça-feira.

O Ministério Público anexou imagens que comprovam que a menina de dois anos foi agredida violentamente. Os olhos da vítima aparecem com hematomas e muito inchados. A procuradora foi indiciada por tortura e racismo.

_____________________________________________________________________

Longe da polêmica, Serra pede orações a evangélicos de SC

Falando para mais de 40 mil pessoas hoje, em evento evangélico em Camboriú, no litoral norte de Santa Catarina, o pré-candidato tucano à Presidência, José Serra, pediu orações aos fiéis das Missões dos Gideões para ganhar sabedoria ao desenvolver seu projeto político para o País.

Citando um trecho bíblico, Serra referiu-se a Salomão. Frisou que o momento era propício, entre os fiéis, para conquistar inspiração e energia para o desafio de cumprir sua missão.
Na sua fala, o ex-governador de São Paulo destacou o trabalho “extraordinário desenvolvido pelas igrejas evangélicas em todo o Brasil nas questões sociais” e pediu para que trabalhem juntos com o objetivo de transformar o País na “melhor Nação do mundo”.
Após seu pronunciamento em um ginásio lotado, um pastor quebrou o protocolo e sugeriu oração para que Serra obtenha êxito em sua proposta política.
Ele evitou a todo custo polemizar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Já no desembarque no Aeroporto Internacional de Navegantes, distante cerca de 50 quilômetros do local do evento religioso, o tucano esquivou-se de comentar a manifestação do presidente em favor da pré-candidata do PT, Dilma Rousseff. Ele frisou, apenas, que não tinha conhecimento das declarações e, por isso, não faria nenhum comentário.
‘Virei novamente’

Questionado em entrevista coletiva, o pré-candidato afirmou que gostaria de contar com o apoio dos evangélicos. “Só faltava eu dizer que não estaria de acordo com esse apoio. Cada um interpretou a ação à sua maneira e essas pessoas certamente vão agir de acordo com a sua consciência. Eu, independentemente de ser eleito, virei aqui novamente no ano que vem”, comentou.
No púlpito, Serra foi recebido pelos três principais candidatos ao governo de Santa Catarina: a senadora petista Ideli Salvatti, a deputada federal progressista Angela Amin e o peemedebista Eduardo Pinho Moreira. Leonel Pavan (PSDB), atual governador de Santa Catarina, recepcionou Serra ao lado do ex-governador Luiz Henrique da Silveira, que licenciou-se do cargo e está em campanha para uma vaga no Senado. O PSDB ainda não definiu candidatura própria para o governo catarinense. Serra afirmou que o PMDB e o PSDB deveriam caminhar juntos na corrida governista do Estado.

Multidão

O 28º encontro internacional de Missões dos Gideões Missionários da Última Hora, que o pré-candidato prestigiou neste sábado, reuniu nos últimos dez dias em Camboriú cerca de 160 mil pessoas.

O evento foi o maior da história do congresso. Pavan sancionou lei estadual que considera a cidade como a capital catarinense das missões.


Tópicos: , Nacional, Política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: